Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

Eurostat:
Há a ideia pré-concebida que em Portugal os patrões têm de pagar muito para contratar alguém - para lá do vencimento do trabalhador, claro. O Eurostat publica hoje os dados dos custos do trabalho, ou seja de quanto custa empregar alguém.
O relatório diz que em Portugal apenas 20,3% do custo total, não é vencimento do trabalhador. Isto contra uma média europeia de 25,1%, e 25,6% na Zona Euro.

A definição exata é a seguinte: Non-wage costsinclude the employers’social contributions plus employment taxes regarded as labour costsless subsidies intended torefund part or all of employer’s cost of direct remuneration.

nonwagecosts.png

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.