Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

endividamente famílias.png

Fonta: Eurostat

No dia em que se soube que o endividamento do Estado caiu a pique, o Eurostat publica dados* sobre o endividamento das famílias europeias. Ora, o endividamento das famílias portuguesas está abaixo tanto da média europeia como da Zona Euro, isto em percentagem do PIB (tendo em conta portanto o diferente nível de riqueza criado). Os dados absolutos, em euros, mostrariam uma situação ainda melhor das famílias portuguesas.

Aliás, há outro dado interessante. Se olharmos para o endividamento líquido, subtraindo a riqueza da família do valor da dívida (o que dá uma melhor ideia do peso que a dívida tem nas finanças pessoais), as famílias portuguesas ficam bem melhor que a média.

 

*Os dados referem-se a 2016, o último ano disponível

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.