Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

INE:

 

O comércio internacional continua a ser uma fonte inesgotável de boas notícias. Mais uma vez (já deve ir em mais de 30 meses consecutivos) temos as exportações a crescerem mais que as importações, isto no período fr Maio a Julho face ao ano anterior. As exportações cresceram 14,9% e as importações 0,2%.

Isto implica um desagravamento fortíssimo do défice da balança comercial, de 5280 passámos para 3880 milhões de euros. A taxa de cobertura subiu assim para os 73,9%, algo que já não acontecia há larguíssimos anos.

Se olharmos só para países extracomunitários, e descontarmos os combustíveis (lembremo-nos que Portugal até exporta bastante em produtos derivados do petróleo), a taxa de cobertura é já de 115%.

 

Mais uma vez, e apesar das excelentes notícias, bem podemos ler a imprensa online com atenção que nada encontraremos.