Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

Segundo o Público (o relatório ainda não está online) "no ano passado, 17.082 doentes estavam em lista de espera há mais de doze meses, menos 16 por cento que em 2008 (20.400). Entre 2005 e 2009, este número reduziu 81 por cento".

A mediana do tempo de espera por uma cirurgia caiu 8,1% só de 2008 para 2009, de 3,7 para 2,4 meses.

Curioso ainda notar que os doentes do Alentejo esperam metade (em termos da mediana) que os doentes da região de Lisboa.