Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

Eurostat:

Bem sei que o insensato senso-comum que se ouve por aí diz exactamente o contrário, mas a verdade é que o peso do Estado na economia em Portugal continua bem abaixo da média europeia. Um relatório do Eurostat acabado de sair, compila os dados de 2011. Enquanto num país médio da Zona Euro um Estado leva 39,5% do PIB, em Portugal este valor ficou apenas pelos 33,2%(38,8% na UE27). Dinamarca, Súecia e Bélgica ocupam o pódio com 47.7%, 44.3%, e 44.1%.

O mal-afamado IRS português, também está abaixo da média. O imposto sobre o trabalho foi em Portugal de 25,5%, bem abaixo das média europeias e da Zona Euro, com 35.8% e 37,7%. No IVA, o mesmo cenário. O imposto médio sobre o consumo em Portugal foi de 18%, na Europa foi de 20,1%.