Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

fado positivo

Porque não estamos condenados a ver sempre o copo meio-vazio, aqui só se destaca o copo meio-cheio

Eurostat

Em 2011 24,9% da energia total consumida em Portugal veio de energias renováveis. Está em causa não apenas a electricidade (aqui, a percentagem do renovável é bem maior), mas também os combustíveis para transportes e aviação, gás para a indústria, etc.

Este valor foi dos mais altos da Europa, cuja média foi apenas de 13,0%. Portugal foi aliás o 6º país com mais energia renovável, apenas atrás de Suécia, Letónia, Finlândia, Áustria e Estónia. E apesar de em 2004 (o ano mais afastado que consta do relatório) já ter uma posição bem acima da média - havendo por isso menos espaço para crescimento - Portugal teve um bom desempenho, tendo tido uma subida de 5,6 pontos percentuais da quantidade de energia renovável, um crescimento também ele acima da média.