13
Out 10

Portugal sobe 14 posições no ranking de igualdade de géneros

O Forum Económico Mundial acaba de publicar o seu ranking sobre a igualdade entre homens e mulheres, onde entram dados como participação política, diferença de esperança de vida, educação etc. Portugal saltou 14 posições de 2009 para 2010, sendo agora o 32º país menos desigual. Fica assim à frente da Áustria, França, Israel, Itália, etc.

Portugal fica em primeiro lugar em três índices, número de mulheres por cada homem em cargos técnicos, e educação secundária e terciária das mulheres face à dos homens. Em todos estes parametros, as mulheres ultrapassam os homens. Portugal fica ainda bem destacado (21º mundial) no número de minstras no governo.

publicado por Miguel Carvalho às 16:47 | comentar | favorito
tags:
10
Set 10

Trabalhadores portugueses recebem a oitava maior fatia da riqueza criada

Segundo o anuário estatístico do Eurostat, tabela aqui, os trabalhadores portugueses são dos que recebem uma fatia maior da riqueza criada no país. Em 2009, receberam directamente 52,1% do PIB em forma de salários. Há apenas sete países na UE, onde os trabalhadores se podem gabar de receber mais. De notar que este valor tem tido uma ligeira tendência de aumento nos últimos anos. Em 2000 (primeiro ano na tabela) era de 49,3%, tendo aumentado mais ou menos desde então.

Comparando com países com economias semelhantes, Portugal fica claramente em primeiro lugar. Espanha, Itália e Grécia têm valores de 49%, 42,9% e 36,2% respectivamente.

publicado por Miguel Carvalho às 15:31 | comentar | favorito
16
Jan 10

Mulheres portuguesas são as terceiras menos discriminadas nos salários

O Eurostat publicou um relatório com vários dados sobre a distribuição dos salários nos países europeus. O unadjusted Gender Pay Gap dá a diferença entre o salário médio por hora entre homens e mulheres.

Embora as mulheres portugueses ganhem menos que os homens, esta diferença é de apenas 8%, o terceiro valor mais baixo na UE, cujo valor médio é 18%. Na Espanha este valor é de 17%.

publicado por Miguel Carvalho às 17:45 | comentar | favorito