30
Abr 13

Um quarta da energia consumida em Portugal é renovável, um dos valores mais altos na Europa

Eurostat

Em 2011 24,9% da energia total consumida em Portugal veio de energias renováveis. Está em causa não apenas a electricidade (aqui, a percentagem do renovável é bem maior), mas também os combustíveis para transportes e aviação, gás para a indústria, etc.

Este valor foi dos mais altos da Europa, cuja média foi apenas de 13,0%. Portugal foi aliás o 6º país com mais energia renovável, apenas atrás de Suécia, Letónia, Finlândia, Áustria e Estónia. E apesar de em 2004 (o ano mais afastado que consta do relatório) já ter uma posição bem acima da média - havendo por isso menos espaço para crescimento - Portugal teve um bom desempenho, tendo tido uma subida de 5,6 pontos percentuais da quantidade de energia renovável, um crescimento também ele acima da média.

publicado por Miguel Carvalho às 11:56 | comentar | favorito
11
Abr 11

Portugal é o país europeu que mais lutou contra a dependência do petróleo

O Eurostat divulgou um relatório sobre as fontes de energia na Europa. O texto destaca Portugal como tendo tido das melhores evoluções em termos de utilização de energias renováveis de 1999 até 2009. O Eurostat diz que a proporção da energia final (não apenas a eléctrica) proveniente de fontes renováveis, subiu de 13% para 19% do total em Portugal.

Mas o que chama mais a atenção é a queda abrupta da dependência de Portugal face aos produtos petrolíferos. Nestes dez anos, no que toca ao peso do petróleo na energia total consumida, a Europa apenas diminui 2,6 pontos pontos percentuais. Portugal teve uma diminuição de 13pp, ficando à frente de todos os outros países europeus, ficando agora pelos 50,5%.

publicado por Miguel Carvalho às 15:35 | comentar | favorito
16
Fev 11

Preço dos combustíveis: Portugal com o terceiro preço mais baixo da Zona Euro no gasóleo

Adenda:

Vários leitores estranharam os valores do post, deixando até algumas fontes alternativas de informação.

Como sempre faço, deixo claro onde fui buscar os dados, neste caso ao energy.eu. Já tinha visto várias referências a esta página, o que me fez acreditar que era fiável. Muito provavelmente não o é.

Agradeço sinceramente a todos a correcção.

Como sempre fico com a impressão que o nosso espírito crítico só é activado quando há boas notícias. Claro que quem comenta aqui, num blogue de notícias positivas, só pode estar a comentar... notícias positivas, por isso não me refiro a quem aqui escreveu. Penso só que nunca vi tantas reacções tão rapidamente em posts (noutros blogs) que tenham más notícias.

 

 

 

 

Fonte Energy.EU (os valores mudam de dia para dia)

 

Com tanta conversa sobre o preço dos combustíveis decidi dar uma olhada na página Energy.EU que compila os dados dos vários países.

Os dados que constam hoje na página mostram duas coisas muito claras:

 

1. Só há dois países (Luxemburgo e Chipre) da Zona Euro com gasóleo mais barato do que Portugal. Em Portugal o preço médio era de 1,207€ enquanto na Dinamarca era 1,456€, na Suécia 1,535€, no Reino Unido 1,588€, etc.

 

2. A gasolina 95 tem em Portugal um preço abaixo da média europeia. A página não faz infelizmente as contas todas, mas o preço em Portugal está em 1,380€, enquanto a média não ponderada está nos 1,375€. A Alemanha paga 1,428€, a França 1,550€, a Itália 1,464€ e o Reino Unido 1,529€. Sendo que estes quatro países consomem bem mais de metade do total europeu, e todos têm preços acima do preço português, a média europeia ponderada (ou seja o preço que um automobilista médio paga), está certamente acima dos 1,4€.

O preço médio (não ponderado) da Zona Euro está nos 1,408€, na Holanda está nos 1,645€, na Grécia 1,682€, etc.

publicado por Miguel Carvalho às 17:03 | comentar | ver comentários (23) | favorito
tags:
30
Nov 10

Portugal com a terceira electricidade industrial mais barata

Eurostat:

O Eurostat divulgou os preços médios pagos pelos clientes no primeiro semestre de 2010. No caso da electricidade vendida às indústrias, Portugal teve o terceiro preço mais baixo de toda a Zona Euro, com 9,35€ contra 10,72€ por 100kWh, quase um euro e meio de diferença. Por comparação a indústria espanhola pagava 11,67€.

Mas não são só os clientes industriais nacionais a pagar um preço abaixo da média, o mesmo acontece com os agregados familiares. O preço da electricidade doméstica em Portugal foi 15,84€ por 100kWh contra uma média de 17, 65€, ou seja 1,81€ abaixo da média.

 

Ah, e nem reparei. O gás natural para a indústria, é o mais barato de toda a Zona Euro.

publicado por Miguel Carvalho às 12:04 | comentar | favorito
tags:
22
Nov 10

Portugal é o 5º na UE a usar mais energias renováveis no total

Eurostat:

Todos sabemos que Portugal tem uma elevada percentagem de energia eléctrica proveniente de fontes renováveis. Mas não é disso que este relatório trata. Ele fala das fontes renováveis no consumo final bruto de energia, ou seja contando com todos os consumos energéticos possíveis. Um acrescento importante nesta análise total é o sector dos transportes, por exemplo.

Em Portugal 23% do consumo final de energia provem de fontes renováveis, mais do dobro da média europeia que pouco passa dos 10%. À frente de Portugal, vêm apenas a Suécia, Finlândia, Áustria e Letónia.

publicado por Miguel Carvalho às 11:08 | comentar | favorito
25
Out 10

Intensidade energética cai mais em Portugal do que na Europa

Eurostat:

 

A intensidade energética mede a quantidade de energia necessária para produzir uma certa quantidade de riqueza. Se a intensidade baixa, isso significa que um país consegue produzir o mesmo gastando menos energia. Matemática é apenas o consumo total de energia dividido pelo PIB.

Se compararmos 2008 com 2004, vemos que Portugal não só baixou a sua intensidade como o fez a um ritmo mais rápido que a média da União Europeia. Em Portugal caiu 9,8% nesse período, enquanto na Europa foi de 9,6%.

 

publicado por Miguel Carvalho às 10:57 | comentar | favorito
tags:
24
Ago 10

Produção de renováveis cresce 90%

DGEG (não há link directo para a página):

A produção total de energia eléctrica, a partir de FER, registou um acréscimo de 90% no 1o semestrede 2010, relativamente a igual período de 2009.Para este crescimento continua a contribuir fortemente o comportamento da sua componente hídricaque, no 2o trimestre, ainda triplica a sua produção relativamente à verificada no trimestre homólogodo ano anterior.A produção eólica, no 1o semestre de 2010, cresceu 49% relativamente a igual período de 2009.

A incorporação de FER no consumo bruto de energia eléctrica (...) foi de 45% em 2009, e foi de 48,9% de Junho09 até Junho10 (valor corrigido segundo directiva europeia, o valor bruto foi de 49,6%).

A potência instalada de renovávies cresceu a um média de 9,21% anual de 2002 a 2009.

publicado por Miguel Carvalho às 12:25 | comentar | favorito
13
Jul 10

Energias renováveis, Portugal entre os melhores da Europa

O Eurostat destaca Portugal como sendo um dos países da UE onde a energia consumida mais provem de fontes renováveis. Em 2008, 10,3% da energia final consumida na Europa proveio de fontes renováveis, sendo que Portugal teve um valor bem acima da média com 23,2%, havendo apenas 4 países com valores superiores.

Mas Portugal não é só destacado por este valor alto, mas pelo esforço feito entre 2006 e 2008. Nesse período, Portugal foi o 4º país onde houve um maior aumento da fração de renováveis.

publicado por Miguel Carvalho às 15:24 | comentar | favorito
28
Mai 10

Electricidade industrial mais barata que a média

Eurostat:

Não são só as famílias que pagam electricidade abaixo da média europeia. A indústria portuguesa também tem rpeços inferiores à média europeia, 9,44€ contra 10,26€ e 10,63€ na UE e Zona Euro.

De sublinhar que a diferença aumenta quando se compara com a indústria espanhola. Esta paga 11,20€, quase 20% mais!

 

E as vantagens não ficam pela electricidade. Também o gás natural para a indústria sai mais barato por cá. 7,22€ por GJ cá, contra 8,69€ na Zona Euro, 8,22€ na UE e 7,53€ em Espanha.

publicado por Miguel Carvalho às 14:00 | comentar | favorito

Preço da electricidade doméstica abaixo da média

Eurostat

O preço da electridade que as famílias portuguesas pagaram na segunda metade de 2009, foi abaixo de preço médio da Zona Euro e da UE. Enquanto por cá se pagou 15,94€ por 100kWh, na Zona Euro o préço médio foi de 17,35€.

A componente fiscal do preço é em Portugal das mais baixas em toda a Europa, 13,2% contra 26,0%.

 

Pessoalmente não vejo aqui razão de regozijo mas sei que a grande maioria verá.

publicado por Miguel Carvalho às 10:48 | comentar | favorito
tags: