Há mais de 12 anos que os portugueses não estavam tão confiantes numa melhoria

INE:

Deveria estar a fazer manchetes, mas não está. O indicador de confiança dos consumidores do INE saiu há pouco, e revela um resultado surpreendente:

O indicador de confiança dos Consumidores aumentou em novembro, atingindo o valor mais elevado desde maio de 2002 e prolongando a acentuada tendência ascendente observada desde o início de 2013.

O INE destaca ainda:

A recuperação do indicador de confiança dos Consumidores 1 no último mês deveu-se ao contributo positivo de todas as componentes, sobretudo das expetativas sobre a evolução da situação económica do país.

As outras componentes ascedentes a que se refere o INE, são indicadores como expectativas sobre a situação financeira da família, desemprego, poupança, etc.

publicado por Miguel Carvalho às 12:54 | comentar | favorito