14
Mai 12

Indústria cai na Europa, cresce em Portugal

Eurostat:

Em Março a produção industrial cresceu 2,3% em Portugal face a Fevereiro, contrariando a tendência de queda europeia, que teve -0,4% no mesmo período. Março é assim já o terceiro mês consecutivo em que a indústria portuguesa tem um comportamento acima da média.

Em termos anuais continua a haver uma diminuição, mas menor que a diminuição na Grécia, Itália e Espanha.

publicado por Miguel Carvalho às 12:16 | comentar | favorito
29
Mar 12

Indicador do clima económico sobe, confiança na indústria e comércio sobe, confiança dos consumidores sobe

INE:

O indicador de clima económico recuperou ligeiramente em março (...) suspendendo o acentuado perfil descendente iniciado em outubro de 2010. No mês de referência, os indicadores de confiança da Indústria Transformadora e do Comércio aumentara (...).
O indicador de confiança dos Consumidores recuperou nos últimos dois meses, contrariando o movimento negativo observado desde finais de 2009.

publicado por Miguel Carvalho às 10:49 | comentar | favorito
14
Mar 12

Produção industrial portuguesa cresce seis vezes mais que a média europeia

Eurostat:

A produção industrial cresceu 0,2% de Dezembro para Janeiro na União Europeia. O valor de Portugal foi contudo bem mais alto, na realidade seis vezes mais alto, com 1,2%. Nos últimos 6 meses, a indústria portuguesa apenas cresceu abaixo da média em 2 ocasiões.

publicado por Miguel Carvalho às 15:13 | comentar | ver comentários (1) | favorito
12
Out 11

Indústria portuguesa é a que mais cresce na Europa... e a milhas do segundo

Eurostat

 

Dos primeiros paragráfos do relatório do Eurostat sobre o estado da indústria na Europa:

 

In August 2011 compared with July 2011, production of capital goods grew by 2.1% in the euro area and by 1.6% in the EU27. Intermediate goods rose by 1.7% and 1.4% respectively. Non-durable consumer goods increased by 1.1% in the euro-area and by 0.7% in the EU27. Production of energy remained stable in the euro area and gained 0.3% in the EU27. Durable consumer goods remained stable in both zones.
Among the Member States for which data are available, industrial production rose in twelve and fell in ten. The largest increases were registered in Portugal (+8.2%), Ireland (+4.4%) and Italy (+4.3%), and the highest decreases in Denmark (-3.0%), Sweden (-2.7%) and Bulgaria (-2.1%).


publicado por Miguel Carvalho às 15:46 | comentar | favorito
22
Set 11

Novas encomendas industriais: Portugal continua a crescer, Europa continua a diminuir

Eurostat:

As novas encomendas à indústria caíram pelo segundo mês consecutivo na Zona Euro. Foram menos 2,1% em Julho ao mês anterior, e também menos 0,8% na UE no seu todo. Portugal tem o terceiro mês consecutivo de subida, com +1,8%.

A diferença aumenta quando se compara com Julho de 2010. Portugal tem o segundo maior crescimento de toda a Zona Euro, com mais 19,6%, bem acima dos 11,4% que foram a média.

 

 

Parabéns ao Público, por não ter tido vergonha em repetir o destaque positivo que o Eurostat dá a Portugal na introdução do relatório.

publicado por Miguel Carvalho às 14:59 | comentar | ver comentários (3) | favorito
22
Jul 11

Eurostat destaca comportamento da indústria portuguesa II

Eurostat:

 

Ontem tinha havido destaque para o aumento de produção, hoje o destaque vai para o aumento das novas ordens à indústria:

 

In May 2011 compared with May 2010, new orders for capital goods rose by 17.1% in the euro area and by 16.1%
in the EU27. Intermediate goods increased by 16.4% and 15.3% respectively. Non-durable consumer goods
gained 9.2% in the euro area and 6.9% in the EU27. Durable consumer goods fell by 1.7% and 7.8% respectively.
Total manufacturing working on orders rose in all Member States for which data are available, except Latvia
(-8.9%). The highest increases were registered in Estonia (+62.1%), Bulgaria (+42.9%), Lithuania (+22.6%),
France and Portugal (both +21.0%) (...).


publicado por Miguel Carvalho às 13:21 | comentar | favorito
20
Jul 11

Eurostat destaca comportamento da indústria portuguesa

Eurostat

In May 2011 compared with April 2011, production of energy grew by 0.9% in the euro area and by 0.4% in the
EU27. Capital goods increased by 0.6% and 1.0% respectively. Intermediate goods fell by 0.1% in the euro-area,
but rose by 0.4% in the EU27. Non-durable consumer goods declined by 0.4% in the euro-area and by 0.3% in the
EU27. Durable consumer goods dropped by 0.5% and 0.3% respectively.
Among the Member States for which data are available, industrial production rose in eighteen and fell in five. The
highest increases were registered in Lithuania (+5.0%), Slovenia (+4.1%), Portugal (+2.8%) (...).


publicado por Miguel Carvalho às 14:55 | comentar | favorito
09
Mai 11

Encomendas à indústria continuam em forte subida, +30,5% com origem no estrangeiro

INE:

Em Março, as novas encomendas recebidas pelas empresas industriais registaram, em termos homólogos , um aumento de 17,5% (...) as encomendas oriundas do mercado externo aumentaram 30,5%.

publicado por Miguel Carvalho às 13:46 | comentar | favorito
27
Abr 11

Encomendas à indústria portuguesa com maior salto da Zona Euro

Eurostat:

Em Fevereiro, a indústria nacional recebeu mais 5,4% de encomendas do que no mês anterior. O Eurostat destaca Portugal, por ter tido o maior crescimento em toda a a Zona Euro, onde o crescimento médio foi de apenas 0,9%. Na UE, a média foi pouco superior, apenas de 1,2%. Dos 5 países periféricos, apenas a Itália também teve um crescimento, e este foi de apenas 0,5%.

publicado por Miguel Carvalho às 12:37 | comentar | favorito
13
Abr 11

Indústria nacional com o maior crescimento na Europa

Eurostat:

A indústria portuguesa aumentou a sua produção em 1,7% de Janeiro para Fevereiro, tendo sido o melhor resultado em toda a UE. A média comunitária ficou-se pelos 0,2%.

 

Nota: dei uma olhada pela imprensa online, e a esmagadora maioria não menciona esta notícia que já saiu há várias horas, nem mesmo a imprensa económica! Bem diferente seria, se Portugal estivesse em último lugar.

publicado por Miguel Carvalho às 17:31 | comentar | ver comentários (1) | favorito