10
Nov 09

Pondo as boas notícias em dia

INE:

Indicador de clima económico e indicador de confiança dos Consumidores mantêm os movimentos ascendentes desde Abril consecutivamente.

 

Variação homóloga do Volume de Negócios no Comércio a Retalho menos negativa, sendo que as remunerações no comércio subiram 4%.

 

95,3% das empresas com dez e mais pessoas ao serviço utilizaram computador e 92,7% dispunham de acesso Internet.

 

56% dos agregados domésticos tinham acesso a computador em casa, 47,9% dispunham de ligação Internet. Em termos de posse de computador houve um aumento dos 49,8% para 56% em apenas um ano! A banda larga saltou de 39,3% para 46,2% em apenas um ano também.

 

Com as importações a terem um comportamente bem pior que as exportações, houve um desagravamento do défice da balança comercial em 1 489,6 milhões de euros.

publicado por Miguel Carvalho às 22:40 | comentar | favorito
03
Nov 09

Comissão Europeia coloca economia portuguesa a convergir com a média europeia

A Comissão Europeia reviu as previsões económicas e prevê uma aproximação do PIB português à média comunitária este ano. O primeiro decresce apenas 2,9% o que compara com os 4,1% da UE.

Em termos de desemprego, Portugal está claramente melhor do que a média. A Comissão prevê uma estabilização nos 8,9 - 9,0% nos próximos três anos, enquanto a UE chegará aos 10,3% e Zona Euro aos 10,7%.

publicado por Miguel Carvalho às 11:41 | comentar | favorito
05
Out 09

FMI coloca Portugal a convergir com a Zona Euro em 2009 e 2010

O último World Economic Outlook do FMI prevê que o PIB português decresça menos em 2009 e cresça mais em 2010 que a Zona Euro.

No que toca ao desemprego, e embora haja más notícias, Portugal terá em 2009 e 2010 uma taxa de desemprego melhor do que a média da Zona Euro. Se em 2009 a diferença será de -0,4pp, em 2010 ela apliar-se-á para -0,7pp. A taxa de desemprego espanhola será em ambos os anos quase o dobro da portuguesa.

publicado por Miguel Carvalho às 15:31 | comentar | favorito
21
Ago 09

Vários bons sinais na economia

Segundo o relatório Banco de Portugal sobre Julho (a página original está em baixo, mas o Público disponibiliza-o), os indicadores de actividade económica e de consumo privado subiram face ao mês anterior.

O volume de negócios no comércio a retalhe tevo um comportamento melhor do que em Junho. O mesmo se aplica à venda de automóveis ligeiros e pesados comerciais (valores trimestrais face ao trimestre homólogo).

O índice de confiança dos consumidores subiu, tal como a confiança nos sectores do comércio a retalho, serviços, construção e indústria transformadora.

O défice da balança corrente teve uma diminuição (logo melhoria) de €2477.1 milhões.

A diferença entre as taxas alemãs e portuguesas de rendibilidade das obrigações do Tesouro a 10 anos, diminui fortemente (38 pontos base) o que indica uma maior confiança na economia nacional da parte dos mercados financeiros.

publicado por Miguel Carvalho às 20:00 | comentar | favorito
tags: