Comércio internacional com desemprenho brilhante em Junho: o défice caiu 1300 milhões e a taxa de cobertura volta a bater recordes

INE:

Dificilmente poderiam ser melhores as notícias do INE sobre o comércio externo. No trimestre terminado em Junho (o INE agrega sempre trimestres para evitar flutuações), as exportações cresceram fortemente, 17,4%, face ao trimestre homólogo. As importações por sua vez, apenas cresceram 1,9%. Isto resultou numa enorme diminuição do défice da balança comercial, em mais de 1300 milhões de euros. A taxa de cobertura está agora nos 71,6%, tendo subindo dos 62,6% de há um ano atrás. Se em Maio, quando a valor estava nos 70,3%, já se estava a bater um recorde de 14 anos, agora a notícia é certamente melhor!

Curiosamente, e apesar da subida do petróleo, até a taxa de cobertura do comércio com países fora da UE cresceu!

 

Vergonhosamente, a nossa imprensa económica pela mão de Mónica Silvares, consegue deturpar das melhores notícias económicas que tivemos nos últimos anos, pintando a coisa de negro. Já mete nojo.

publicado por Miguel Carvalho às 15:39 | comentar | favorito