ALELUIA, um desabafo de blogger

Como blogger não poderia ter ficado mais contente com o resultado eleitoral de ontem. Vou poder finalmente escrever os posts que me apetecer sem temer que se imagine segundas intenções naquilo que faço.

Desde há três anos e meio, primeiro quando ajudei a criar o A Pente-Fino e depois com o Fado Positivo, que houve dezenas de comentários pela blogoesfera, twitters e até na rádio, onde se duvidava da minha idoneidade. Fui acusado de estar ao serviço do governo, de usar nomes falsos*, etc. Cheguei a autocensurar-me (e a autocensura é a pior de todas censuras) várias vezes, para que os meus textos não fossem vistos como certas pessoas os queriam ver, mas como eles realmente são: objectivos.

A este gente tacanha, ridícula e pequena dedico a continuação deste blogue.

 

Estranho país onde quem destaca factos positivos é desprezado, e quem apresenta notícias negativas e falsas é tido como imparcial.

 

 

 

*Cheguei a convidar um jornalista, que fez tal acusação, a um encontro ao vivo, para que ele pudesse ver o meu Bilhete de Identidade. Nunca respondeu.

publicado por Miguel Carvalho às 17:37 | comentar | favorito
tags: