Alto poder de compra dos Lisboetas

O relatório da UBS sobre o poder de compra nas 73 principais cidades mundiais mostra alguns dados interessantes.

 

Os preços em Lisboa são dos mais baixos da Europa Ocidental, só são mais altos que Atenas. Em média são uns 30% mais baratos que as cidades mais caras  na Europa.

O poder de compra, quantidade de produtos que se pode comprar por hora trabalhada, é em Lisboa mais alto do que em Atenas, Roma, Tel Aviv, Seul e Hong Kong.

O relatório mede quanto tempo é necessário trabalhar para comprar alguns produtos. Por exemplo para comprar um quilo de arroz, os Lisboetas apenas têm que se esforçar mais que Barcelona Londres, Nova Iorque e Toronto. 9 minutos de trabalho para os Lisboetas e 8 minutos de trabalho para essas 4 cidades.

Para um Big Mac necessitam de trabalhar menos do que em Atenas, Madrid, Milão, Praga, Roma e Tel Aviv.

Para um iPod estão melhor do que Atenas, Lyon, Madrid, Seul e Tel Aviv.

Têm dos descontos (impostos e segurança social) mais baixos na Europa, apenas maiores que outras 5 cidades europeias. Os nossos 20% são bem mais simpáticos que os 35% de Amesterdão, 46% de Copenhaga, 39% de Ljubliana, 36% de Munique, 35% de Oslo, etc. 

Os Lisboetas trabalham apenas 1792 horas por ano, face à média mundial de 1902. E têm 22 dias de férias pagas, bem melhor que os 12 e 10 na Ásia e América do Norte.

 

Quanto a salários líquidos de várias profissões, e nem tendo em conta que os preços cá são mais baixos, um mecânico automóvel ganha em Lisboa o mesmo que em Roma. Um técnico industrial mais que em Atenas, Lyon  e Roma. As mulheres na indústria ganham mais do que em Atenas, Barcelona, Helsínquia, Milão, Paris, Roma e Viena.

Os professores primários estão melhor do que em Atenas, Barcelona, Lyon, Madrid, Milão e iguais a Estocolmo.

Um cozinheiro melhor do que Atenas, Barcelona, Bruxelas, Londres, Roma, Estocolmo e igual a Oslo.

publicado por Miguel Carvalho às 11:53 | comentar | favorito