Salários portugueses crescem acima da média, outros custos do trabalho abaixo

Segundo o Eurostat os salários (nominais por hora) em Portugal no 4º trimestre de 2009 cresceram 3,1% face ao trimestre homólogo, um valor bem acima da Zona Euro (2,0%) e da UE27 (2,2%). Acrescente-se que isto acontece pelo terceiro trimestre consecutivo.

Por outro lado, os custos não salariais do trabalho (como descontos pagos pelos empregadores) cresceram abaixo da média europeia, 1,9% contra 3,0%.

 

Nota: não é sempre consensual se uma notícia é boa ou má. Neste caso específico, julgo que a grande maioria das pessoas verá aqui uma boa notícia. De qualquer modo, os valores vão certamente contra a opinião catastrofista generalizada, e isso é por si razão para aparecer aqui no blogue.

publicado por Miguel Carvalho às 10:47 | comentar | favorito
tags: