30
Nov 10

Carne é 20% mais barata em Portugal do que na Europa

Eurostat:

Os preços dos produtos alimentares em Portugal estão 11% abaixo da média da UE. A carne e o peixe por exemplo, estão 20% e 19% abaixo. 19% é também o valor que em Portugal se paga a menos nos vegetais e frutas.

publicado por Miguel Carvalho às 19:05 | comentar | favorito
tags:

Lisboa é a segunda capital europeia com menos homicídios por pessoa

Eurostat:

As estatísticas da criminalidade são muitas vezes consideradas pouco fiáveis porque nem todos os crimes são declarados à polícia. Isto é especialmente verdade nos pequenos roubos e na violência doméstica, por exemplo. Contudo há dois tipos de dados, que eu diria que não têm este problema. Um são as taxas de vitimização, onde são feitos inquéritos aleatórios às pessoas que são perguntadas se sofreram algum tipo de crime, independentemente de o terem declarado ou não. O outro tipo, são os números dos homicídios, porque custa a crer que haja muitos homicídios que não sejam declarados às autoridades. Sobre os primeiros eu já mostrei estatísticas neste post*, hoje há dados do Eurostat sobre os segundos.

 

Se não contarmos com La Valletta, a pequeníssima capital de Malta com apenas 6000 habitantes e onde não houve homicídios nos últimos três anos, Lisboa fica em segundo lugar nas capitas da UE com menos homicídios por habitante. Lisboa teve 0,64 homicídios por cada 100 mil habitantes nos anos 2006 a 2008, apenas atrás de Liubliana. Bruxelas teve 3,20, Londres 2,17, Oslo 1,76, Helsínquia 2,01, Amesterdão 3,14, etc.

 

Voltarei a este relatório que tem vários dados positivos sobre Portugal.

publicado por Miguel Carvalho às 14:25 | comentar | favorito
tags:

Portugal com a terceira electricidade industrial mais barata

Eurostat:

O Eurostat divulgou os preços médios pagos pelos clientes no primeiro semestre de 2010. No caso da electricidade vendida às indústrias, Portugal teve o terceiro preço mais baixo de toda a Zona Euro, com 9,35€ contra 10,72€ por 100kWh, quase um euro e meio de diferença. Por comparação a indústria espanhola pagava 11,67€.

Mas não são só os clientes industriais nacionais a pagar um preço abaixo da média, o mesmo acontece com os agregados familiares. O preço da electricidade doméstica em Portugal foi 15,84€ por 100kWh contra uma média de 17, 65€, ou seja 1,81€ abaixo da média.

 

Ah, e nem reparei. O gás natural para a indústria, é o mais barato de toda a Zona Euro.

publicado por Miguel Carvalho às 12:04 | comentar | favorito
tags:
30
Nov 10

Desemprego sobe na Zona Euro e desce em Portugal

Eurostat:

Segundo as estimativas do Eurostat para o desemprego, este terá subido 0,1pp de Setembro para Outubro na Zona Euro. Portugal contradiz essa tendência, tendo uma diminuição de 0,1pp no mesmo período.

O Eurostat diz ainda que não houve nenhum país na UE onde o desemprego tenha descido mais do que em Portugal.

publicado por Miguel Carvalho às 11:59 | comentar | favorito
22
Nov 10
22
Nov 10

Portugal é o 5º na UE a usar mais energias renováveis no total

Eurostat:

Todos sabemos que Portugal tem uma elevada percentagem de energia eléctrica proveniente de fontes renováveis. Mas não é disso que este relatório trata. Ele fala das fontes renováveis no consumo final bruto de energia, ou seja contando com todos os consumos energéticos possíveis. Um acrescento importante nesta análise total é o sector dos transportes, por exemplo.

Em Portugal 23% do consumo final de energia provem de fontes renováveis, mais do dobro da média europeia que pouco passa dos 10%. À frente de Portugal, vêm apenas a Suécia, Finlândia, Áustria e Letónia.

publicado por Miguel Carvalho às 11:08 | comentar | favorito
18
Nov 10
18
Nov 10

OCDE revê crescimento económico português em alta pela terceira vez

A OCDE previa há um ano e meio previa um crescimento do PIB negativo, -0,5%.

Há um ano reviu em alta para 0,8%.

Há meio ano previa  1,0%.

Agora prevê 1,5%.

publicado por Miguel Carvalho às 17:32 | comentar | favorito
tags:
16
Nov 10

Menos 5000 desempregados em Outubro, contrariando a tendência sazonal

IEFP:

Em Outubro havia menos 4974 desempregados registados no IEFP do que no mês anterior.

Este valor é particularmente significativo, já que Outubro é geralmente um mês de aumento de desemprego. Por exemplo em 2009 tinha havido um aumento de 7200, em 2008 de 5600, em 2007 de 900 e em 2006 de 4300.

publicado por Miguel Carvalho às 17:38 | comentar | favorito
16
Nov 10

Inflação média em Portugal foi a 4ª mais baixa da UE

Eurostat:

A inflação média* em Portugal em Outubro foi de 0,9%, enquanto a média da UE se ficava pelos 1,9%. Houve apenas três países com inflações superiores.

A inflação homóloga foi mais alta, cerca de 2,3% que igualou a média europeia.

 

 

 

* Índice de Preços ao Consumidor medida pelo HICP, que é a medida calculada pelo INE e homologada pelo Eurostat para todos os países Europeus, e que é a medida que o Eurostat sempre usou. Tenho visto por aí algumas confusões.

publicado por Miguel Carvalho às 11:56 | comentar | favorito
15
Nov 10
15
Nov 10

Despesa e Receita do Estado português continuam abaixo da média

Eurostat:

Apesar do "senso comum" (cronicamente caracterizado por falta de senso) estar convencido que o Estado português tem um peso na economia maior que a média, os últimos dados do Eurostat voltam a provar o contrário. Em 2006, 2007, 2008 e 2009 (os anos que estão no relatórios, mas o mesmo se aplica aos anos anteriores) a receita fiscal do Estado português foi de 40,5%, 40,9%, 40,6% e 38,8% do PIB. Estes valores estão claramente abaixo da média europeia que foi de 44,8%, 44,8%, 44,6% e 44,0%, e isto para nem falar da média do Zona Euro que é ainda maior.

Mas não se pense que esta diferença acontece apenas quando se olha para a receita. Até poderia acontecer que a despesa estivesse acima da média, já que Portugal tem tido défices orçamentais maiores. Mas não, a despesa está também ela abaixo da média, cvom 44,5%, 43,8%, 43,6% e 48,2% contra 46,3%, 45,6%, 46,9%, e 50,8%.

publicado por Miguel Carvalho às 11:40 | comentar | ver comentários (2) | favorito
12
Nov 10
12
Nov 10

Pelo 5º trimestre consecutivo, a economia portuguesa é a que mais cresce entre os PIIGS

Eurostat:

Apesar de toda a turbulência que tem envolvido os mercados e os PIIGS (Portugal, Irlanda, Itália, Grécia e eSpanha), Portugal teve no terceiro trimestre o mesmo crescimento trimestral que a média da União Europeia, 0,4%.

Se compararmos os crescimentos homólogos concluímos que Portugal teve o melhor crescimento do PIB entre os 5 PIIGS, não só no trimestre que passou, mas em todos os 5 últimos trimestres. É preciso recuar à Primavera de 2009 para encontrarmos um trimestre em que a Grécia (e apenas a Grécia) cresceu mais que Portugal.

publicado por Miguel Carvalho às 11:10 | comentar | favorito
tags: