01
Jun 10

Estado apoia investigação em ambiente

OCDE

O Estado português não só gasta uma grande quantia em investigação, como esta quantia está muito dirigida para investigação ligada ao ambiente. Entre 29 países da OCDE, o Estado português dedica 3,7% dos seus gastos em I&D neste sector, havendo apenas 5 países desenvolvidos com valores superiores. A média da OCDE é apenas de 1,6%.

publicado por Miguel Carvalho às 13:46 | comentar | favorito

Oitavo lugar em despesas com saúde

Entre os países da OCDE, Portugal fica em 8º lugar em termos de despesa na saúde em percentagem do PIB, com 9,9%. Acima de Portugal, há apenas 4 países da UE, França, Alemanha, Bélgica e Áustria.

publicado por Miguel Carvalho às 13:41 | comentar | favorito
tags:

Empreendorismo em Portugal com poucas barreiras

Ainda no mesmo estudo da OCDE, são medidas as barreiras ao empreendorismo (barreiras à competição, opacidade da legislação e custos administrativos) em 2008. Entre os 27 países analisados, os empreendedores portugueses estão em 9º lugar daqueles com menos dificuldades. O estudo dá até nota máxima a Portugal na opacidade legislativa e administrativa.

Entre 43 países estudados, há apenas 7 onde se demora menos dias a criar uma empresa do que em Portugal. Por cá o valor é de 6 dias, a média da OCDE é 13, na Espanha 47, dados de 2010.

publicado por Miguel Carvalho às 13:28 | comentar | favorito

Portugal tem o maior aumento em gastos com investigação académica

OCDE:

Entre 1998 e 2008, os gastos das universidades em investigação subiu de 0,34% para 0,40% do PIB na OCDE, uma subida de 0,06pp. Portugal não só acompanhou esta subida como teve o maior aumento de todos (entre 38 países, OCDE + África do Sul, China, etc.), saltando de 0,26% para 0,51% do PIB, uma subida de 0,25pp. A Islândia teve a segunda maior subida, mas a larga distância, apenas 0,17pp.

Com esta subida fica com uma valor acima do da OCDE e do da UE.

publicado por Miguel Carvalho às 13:21 | comentar | favorito
tags:

Em 10 anos, empresas portuguesas investem 5 vezes mais em I&D

Segundo dados da OCDE, as empresas investiam 0,15% do PIB em Inovação&Desenvolvimento em 1998. Passados 10 anos, este valor salta 0,76%, ou seja 5 vezes maior em percentagem do PIB. O valor real da despesa do investimento terá subido ainda mais (já que o PIB também subiu).

Com esta variação as empresas portuguesas saltam 10 posições no ranking entre os 38 países analisados.

publicado por Miguel Carvalho às 13:11 | comentar | favorito
tags:
01
Jun 10

Portugal, primeiro no mundo a nível de doutoramentos?

Não há números para todos os países do mundo, apenas para os mais desenvolvidos (OCDE), mas entre estes Portugal fica destacadíssimo em primeiro lugar no que toca à percentagem de jovens que concluiram doutoramento em 2007. Sendo difícil de acreditar que haja países fora da OCDE com melhor desempenho, parece seguro afirmar que Portugal é o campeão mundial de jovens doutorados.

Segundo dados da OCDE 3,7% dos jovens* em Portugal são doutorados. Em segundo lugar temos a Suiça com 3,3, a média da UE (apenas os 19 que pertencem à OCDE, logo os mais desenvolvidos) está nos 1,9%, e entre os países desenvolvidos é de 1,5. EUA, Itália e Espanha têm 1,5%, 1,3% e 0,9% respectivamente.

As notícias boas não ficam por aqui, Portugal onde há mais mulheres relativamente ao número de homens a acabar o doutoramento. Elas 61,2% do total contra uma média de 44,3%.

 

 

*o link não é claro sobre que grupo é feito a análise, apenas refere "% of the relevant cohort"

publicado por Miguel Carvalho às 11:25 | comentar | favorito